Menu fechado

Planejamento escolar: como fazer do jeito certo?

Planejamento escolar

O planejamento escolar faz parte do trabalho dos gestores e professores para garantir o bom funcionamento da instituição a cada ano letivo. 

Neste sentido, a equipe da escola elabora as principais ações necessárias para oferecer serviços de excelência aos alunos, bem como para melhorar a qualidade do ensino, a competitividade do negócio, a qualificação dos docentes, a saúde financeira do colégio, entre outros aspectos.

Leia também:

+ Entenda como funciona a parceria com o Melhor Escola

Podemos dizer que o planejamento escolar é importante porque permite que o diretor tenha uma visão geral das fraquezas e das oportunidades para o crescimento da escola. 

Trata-se do momento ideal para fazer uma avaliação detalhada do andamento do colégio e pensar em novas maneiras para captar alunos e engajar a equipe nos valores institucionais.

Por esse motivo, é importante que o gestor saiba ouvir a opinião da equipe de coordenadores, professores e, é claro, dos responsáveis pelos estudantes. 

O que levar em conta na hora de fazer o planejamento escolar?

Antes de iniciar o planejamento escolar para o próximo ano, é necessário dar uma pausa nas expectativas para o futuro e avaliar minuciosamente o que foi feito no ano anterior. 

Em outras palavras, é a hora de avaliar os gastos da escola, as metas alcançadas, o rendimento dos alunos, a retenção de estudantes e a efetivação de matrículas

Outro ponto a ser analisado refere-se à rotatividade dos professores e a satisfação dos pais com a qualidade da escola. Sempre que possível, faça pesquisas e ouça o feedback desses públicos  da escola.

Esse balanço sobre o ano anterior permite que o gestor perceba quais ações são urgentes e quais podem ficar em segundo plano. 

Alguns dados que precisam ser considerados durante o planejamento anual da escola incluem:

  • Taxa de inadimplência no ano anterior;
  • Número de matrículas efetivas;
  • Total de alunos na escola;
  • Objetivos para o próximo ano;
  • Equipes envolvidas em cada projeto;
  • Parcerias firmadas pela escola;
  • Investimentos realizados no último ano;
  • Necessidades de reforma no prédio ou nas salas de aula;
  • Contratação de novos professores;
  • Total de alunos aprovados e reprovados;
  • Disciplinas com maior índice de reprovações;
  • Aquisição de equipamentos;
  • Investimento em novas tecnologias e recursos.

Planejamento pedagógico: defina um calendário anual

Vale destacar que o planejamento pedagógico também precisa contemplar as informações referentes ao calendário escolar. 

Uma recomendação é organizar um cronograma de ações que inclua número de dias de aula, quantidade de feriados, datas de provas e testes, período previsto para férias, datas das reuniões de pais, conselhos de classe, eventos escolares, horários de cada turma etc. 

Isso ajudará a organização por parte dos pais e dos professores. 

Além disso, a escola também pode elaborar um calendário de ações de conscientização para envolver a comunidade em datas comemorativas e em debates sobre temas relevantes para a sociedade, como campanhas de saúde, preservação do meio ambiente, trabalho voluntário etc.

Avalie a concorrência e o mercado no planejamento escolar

Durante o trabalho de elaboração do planejamento escolar, o gestor não deve deixar de lado a concorrência. Sendo assim, é importante avaliar o que as outras escolas têm feito para aumentar a captação de alunos. 

O networking e a busca constante por novos conhecimentos auxiliam o diretor na definição de novas ações focadas no aumento da competitividade da escola.

Clube dos Diretores

Quando o planejamento escolar deve ser definido?

Em linhas gerais, é possível afirmar que o melhor momento para elaborar o planejamento escolar é entre o início do ano e a volta às aulas

Contudo, a equipe pedagógica deve avaliar os itens do plano periodicamente para que seja possível adaptar novas ações de acordo com possíveis mudanças no cenário educacional. 

É essencial que o gestor e os demais profissionais das escolas trabalhem de forma integrada e flexível para que os objetivos sejam alcançados do início ao fim. 

Levando-se em consideração todos esses aspectos relacionados ao planejamento escolar, percebemos o quanto ele é relevante para o desenvolvimento educacional dos alunos, para o sucesso das escolas e para um ensino eficaz. 

E você, já listou as ações para sua escola em 2022?

Publicado em:Gestão e finanças
Post relacionado
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *