Escola grande ou pequena: vantagens e desvantagens de cada uma

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

O tamanho da escola é uma das características que mais gera dúvidas entre os responsáveis, afinal, é melhor uma escola grande ou pequena? Depende. Não existe uma resposta definitiva, ela varia de acordo com o perfil da família e, principalmente, da criança. 


Normalmente, colégios menores são especializados em atender uma determinada faixa etária ou ciclo de ensino; já os grandes costumam oferecer mais de um ciclo de ensino, proporcionando ao aluno a oportunidade de criar um laço duradouro com a instituição de ensino.


Vantagens e desvantagens de uma escola pequena

Atendimento especializado por ciclo de ensino, ambiente mais familiar e acolhedor, infraestrutura de qualidade, essas costumam ser as vantagens citadas por quem escolhe uma escola menor para matricular a criança. 


Outro diferencial são as turmas menores, com menos alunos, o que resulta em um atendimento mais individual e especializado. Tal dinâmica permite aos estudantes que conheçam também todos os funcionários da escola, inclusive os da secretaria e da limpeza.


| + Escola pública ou escola particular? Entenda a diferença entre as duas redes


Em geral, as escolas dos primeiros ciclos de ensino realizam várias atividades ao longo do ano escolar. No caso das escolas pequenas é comum que haja um número maior de eventos familiares ao longo do calendário anual, como um “Dia das histórias”, “Dia dos avós”, entre outros que permitem uma participação mais frequente da família do estudante no cotidiano escolar.


Entre as desvantagens pode-se citar o fato de que grande parte das escolas menores oferecem apenas um ou, no máximo, dois ciclos de ensino, o que não permite que o estudante crie um laço de longo prazo com a instituição de ensino.


Além disso, por terem turmas mais reduzidas e em menor número muitas vezes apenas uma única classe por ano escolar –, caso a criança não se adapte bem, acaba sendo necessário trocá-la de escola, e não de turma.



Vantagens e desvantagens de uma escola grande

As escolas grandes costumam oferecer uma boa infraestrutura, com laboratórios, quadra, biblioteca, parquinhos e boas salas de aula, além de bons equipamentos e número suficiente de assistentes para as atividades escolares. 


Por oferecerem diferentes etapas de ensino – Infantil, Fundamental 1, Fundamental 2 e Ensino Médio –, as escolas grandes proporcionam ao aluno a oportunidade de seguir uma mesma linha educacional ao longo de sua vida escolar. Outra vantagem costuma ser o número de alunos, afinal, mais colegas significam mais oportunidades para conhecer pessoas e fazer amizades.


Entre as desvantagens está o próprio tamanho da escola, pois se ela for muito grande pode assustar as crianças menores ou dificultar a adaptação delas neste novo ambiente. O barulho, as brincadeiras, o número de crianças no local de recreação, esses são fatores que podem inibir um aluno recém-matriculado, principalmente se ele for mais novo e acostumado com um ambiente escolar menor, mais acolhedor.


Aprenda a escolher uma boa escola

Uma escola, grande ou pequena, possui vantagens e desvantagens. Uma mesma instituição de ensino pode se destacar pela infraestrutura que oferece ou pela qualidade dos professores e, ao mesmo tempo, deixar a desejar em relação à qualidade do material escolar e à comunicação com os pais, por exemplo.


Por isso, é importante conhecer bem o colégio antes de efetuar a matrícula da criança. Neste caso, a visita à escola deve ser feita com atenção e cuidado para que nenhuma pergunta relevante fique de fora, afinal, ninguém gosta de surpresas desagradáveis. Assim, é importante ter em mente que não existe escola certa ou errada, mas a mais adequada para cada perfil de criança e expectativas da família.


Desse modo, o segredo para fazer uma boa escolha, seja uma escola pequena ou grande, é conseguir identificar quando o colégio é, de fato, bom. Confira abaixo algumas dicas:


  • a escola não é resistente a mudanças;

  • há incentivo para que os alunos cooperem entre si;

  • o hábito de leitura e de escrita é fomentado entre os estudantes;

  • há coerência entre o discurso e a prática no ambiente escolar;

  • os alunos e seus familiares sentem-se bem-vindos no colégio;

  • a comunicação com os responsáveis é honesta e transparente;

  • a escola possui um bom acervo de livros na biblioteca;

  • os professores e os demais funcionários são valorizados dentro do ambiente escolar.


Algumas dessas características dependem de um julgamento subjetivo, por exemplo, sentir-se bem-vindo ou não ao colégio. Justamente por isso deve-se levar em consideração a realidade da própria família ao fazer a escolha da escola.


Veja como encontrar uma boa escola

Uma escolha mais assertiva deve levar em consideração vários fatores, como trajeto, valor da mensalidade, linha pedagógica, infraestrutura, entre outros.  O site Melhor Escola, que é especializado em educação básica, fornece informações sobre todas as escolas do Brasil, tanto públicas quanto privadas.


| + E-book: Guia definitivo para escolher a escola ideal para o seu filho


Ao acessar a plataforma é possível verificar as condições de infraestrutura de cada colégio, conhecer as avaliações feitas por pais, alunos, ex-alunos e funcionários da instituição de ensino, além de pleitear uma bolsa de estudo de até 80% no valor da mensalidade.