COMO PREPARAR E ORGANIZAR SEU LOCAL DE ESTUDO IDEAL

O lugar de estudo ideal muda de acordo com a pessoa, por isso o importante é conhecer dicas e estratégias de como montar o melhor ambiente


Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.


Um bom local de estudo é fundamental na vida de quem é estudante, seja uma criança, um jovem ou mesmo um adulto. Então, é importante se perguntar: o meu lugar de estudo está me ajudando a aprender? 

Esse questionamento deve ser feito porque ele é que vai medir o sucesso e a eficiência do lugar escolhido.  Há dois mitos que são comuns entre as pessoas: o primeiro é achar que qualquer local serve para estudar; o segundo, achar que o lugar deve ser quieto e isolado.

Na verdade, as diferentes personalidades existentes nos mostram que o lugar de estudo ideal varia de acordo com a pessoa. Por isso, quando for montar o próprio lugar de estudo ou o da criança, algumas considerações devem ser feitas, já que escolher e organizar corretamente o local de estudos impacta diretamente na qualidade do aprendizado.


+ FAQ Melhor Escola
+ Descubra como montar uma rotina de estudo em casa


Pensando nisso, o Melhor Escola fez um passo a passo de como escolher um local de estudos ideal. As considerações feitas levam em conta tanto a realidade de quem não tem um lugar de estudo fixo como a de quem tem. Além disso, também listamos algumas dicas de como organizar o lugar para que o aprendizado seja mais efetivo.



Organizando o local estudo ideal

O que você imagina quando pensa em um local de estudos ideal para uma criança ou um jovem? É provável que seja uma imagem de uma mesa com apostilas e livros sobre ela e que esta mesa esteja em um quarto silencioso. 

Só que as crianças possuem personalidades diferentes, por isso, é de se imaginar que elas também precisem de locais distintos para ter sucesso no estudo. Para te ajudar a montar o lugar de estudo ideal para a criança, separamos a estratégia em algumas partes

Primeiro, deve-se saber o tipo do local de estudo desejado, se é em lugares públicos e abertos ou se é em lugares fechados; segundo, identificar se esse estudo será feito sozinho ou em grupo; em terceiro, saber a personalidade do estudante, se ela é mais agitada ou mais quieta.

Ao final, faremos três perguntas, as respostas a estas perguntas te ajudarão a decidir e a montar o melhor local de estudos.


O ambiente ideal para estudar deve ser isolado ou aberto?

Como vimos, a definição do que é bom para um local estudo não é igual para todos. Uma diferença comum entre os estudantes é o quanto o silêncio ou o barulho ajudam na hora estudar. Para te ajudar a identificar, o Melhor Escola destacou duas afirmativas. Confira, abaixo, qual delas combinam mais com a pessoa:

  • Prefiro ambientes isolados, como um quarto ou uma sala.

Os estudantes com esse perfil preferem lugares isolados porque neles é possível ficar sozinho para estudar, refletir e se concentrar. Em geral, uma boa iluminação também é desejável, assim como o silêncio. Um lugar mais afastado não é sinônimo de silêncio, uma música no local pode ajudar a manter o foco.


  • Sugestões de locais de estudo: o próprio quarto, um quarto de visitas, uma mesa mais isolada em uma biblioteca ou mesmo uma sala onde seja possível ficar sozinho sem ser incomodado. Em geral, são lugares separados por alguma porta que podem ser fechadas para que se possa ficar tranquilo e em silêncio.

  • Prefiro ambientes abertos com muita ventilação ou ao ar livre.

Os estudantes com esse perfil não conseguem ficar isoladas em um quarto ou em uma sala, pois se sentem sufocados. Nesses casos, eles preferem estudar em uma varanda, praça ou em algum lugar que tenha ventilação. Eles podem conseguir estudar em um quarto, desde que ele tenha uma janela grande ou uma sacada para poder sentir o vento e ver alguma vista. Apesar de ser um lugar aberto, ele pode ser silencioso.

  • Sugestões de locais de estudo: varanda da casa, quintal com sombra, um parque ou mesmo algum local aberto onde seja possível ficar sossegado e concentrado nos estudos.

Importante: não é porque a pessoa está ao ar livre que ela deve ficar desatenta aos estudos. Lembre-se: a atenção é fundamental no processo de aprendizado.

É melhor estudar sozinho ou acompanhado?

Há muitas pessoas que defendem que o estudo deve ser feito sozinho, mas essa afirmativa não serve para todos, principalmente no caso dos pré-adolescentes e adolescentes. Isso porque grupos de estudo permitem que as dúvidas e os entendimentos sejam compartilhados. Para saber se é melhor estudar sozinho ou acompanhado, veja quais das afirmações a seguir combinam mais com o estudante:

  • Tenho mais concentração quando estou sozinho (a).

Alguns estudantes conseguem ter uma concentração maior quando estão sozinhos, pois conseguem manter o foco, sem ficar conversando sobre outros assuntos durante o tempo de estudo. 

  • Sugestões de locais de estudo: nesse caso, é importante procurar lugares que sejam mais afastados, como uma sala dentro de alguma biblioteca, um cômodo mais isolado da casa ou mesmo no quarto. Salas ou lugares que tenham passagem ou movimento de pessoas devem ser evitados, pois podem distrair a atenção da pessoa.


  • A companhia de outras pessoas me motivam a estudar 

Algumas crianças e, principalmente, pré-adolescentes e adolescentes são mais sociáveis. Estes, quando ficam sozinhos, sentem-se desmotivados a estudar. Se o jovem gosta de conversar e interagir, ficar muitas horas quieto em um ambiente silencioso pode não ser proveitoso para os estudos. 

  • Sugestões de locais de estudo: nesse caso, o recomendado é montar ou participar de um grupo de estudo. Reunir alguns colegas que tenham diferentes habilidades é um diferencial, pois se um é bom em matemática e o outro em português, por exemplo, eles podem se ajudar quando for necessário. Em relação ao lugar, pode ser algum que tenha mais movimento, como uma biblioteca ou mesmo um parque. O importante é que ele seja propício ao estudo.

Postura ideal para estudar: parado ou em movimento?

Além de escolher um lugar silencioso ou com mais barulho, de preferir estar sozinho ou acompanhado, também é necessário optar por estudar fazendo ou não exercícios. Isso porque o estudo é uma atividade que costuma durar várias horas, só que nem todos conseguem ficar parados tanto tempo em um único lugar. 

Pessoas agitadas precisam estar se movimentando constantemente, já outras preferem ficar mais calmas e paradas. Por isso, cada um deve saber a melhor maneira de estudar. Veja quais das afirmativas abaixo combinam com a pessoa:

  • Sou tranquilo e quieto. Consigo passar várias horas em um mesmo local lendo um livro sem perder a concentração.

Em geral, pessoas assim aprendem a estudar sentadas e quietas. Além disso, elas acabam conseguindo se concentrar melhor quando estão estudando paradas, sem distrações. 

  • Sugestões de locais de estudo: lugares que tenham cadeiras ou bancos confortáveis. Pode ser no quarto, na sala, na biblioteca ou mesmo em uma parque ou uma varanda. Uma dica é evitar ficar na cama ou deitado no sofá. Estes lugares costumam ser confortáveis, mas o estudante pode acabar tendo sono.


  • Sou agitado. Se eu ficar parado sinto que estou perdendo tempo e acabo me desconcentrando.

Há outras pessoas, porém, que são mais agitadas e têm dificuldade de concentração se ficarem paradas por um longo período de tempo. Nesses casos, o conselho é levantar e fazer pausas de tempo em tempo ou, caso o conteúdo de estudo seja um vídeo ou um podcast, assistir ou escutar enquanto faz alguma atividade física. 


  • Sugestões de locais de estudo: prefira lugares abertos onde é possível se movimentar. Um dica para estudar e também praticar alguma atividade física é fazer uma leitura durante 20 minutos, parado, anotando um resumo em um papel, em seguida, caminhe pelo local em que se está e falar em voz alta o resumo. Isso ajuda na memorização do conteúdo. 


+ Metodologia de ensino: veja quais são as mais utilizadas no Brasil
+ Avalie a escola que você estuda ou estudou

Certo, e como escolho o local ideal de estudos?

Agora que você já leu e identificou quais são as três afirmativas anteriores que melhor correspondem com o estudante, responda às três perguntas a seguir: 

  1. O local ideal para estudar é: ( ) aberto ( ) fechado;
  2. Em relação à companhia, é melhor estar: ( ) sozinho ( ) acompanhado;
  3. A concentração é melhor se estiver: ( ) parado ( ) em movimento.

É importante saber que as respostas não são definitivas, isto é, elas podem mudar com o passar do tempo. Um estudante que, atualmente, aprende melhor se estiver sozinho em um ambiente quieto, pode, daqui a algum tempo, preferir um que seja mais barulhento e estar na companhia de outra pessoa. 


Passo a Passo de como escolher o espaço ideal para estudar:

  1. Sugira que a pessoa passe um dia estudando no quarto, em silêncio; outro dia, na sala, com a presença de mais pessoas; na biblioteca. O importante é variar os hábitos;
  2. Anote você mesmo ou peça para ela anotar em um caderno como foi o rendimento em cada local;
  3. Ao final, escolha e torne permanente o espaço de estudo que apresentou o melhor resultado.

Quais são os materiais necessários para estudar?

É comum os colégios pedirem uma lista de material escolar para serem usados ao longo do ano letivo. Além disso, várias escolas fornecem apostilas ou materiais com conteúdos para as crianças. 

Mas, em geral, um lápis, uma borracha, um caderno e algum material de apoio já são suficientes. Atualmente, celular, tablet ou notebook também podem ser usados como ferramentas de apoio ao estudo, principalmente se o colégio oferece materiais digitais ou conteúdo EaD.

No caso dos pré-adolescente e adolescentes, é comum que os resumos e as tarefas contenham gráficos, mapas mentais, tabelas, entre outros recursos. Nessas situações, se a pessoa preferir, pode-se usar canetas coloridas, grifa textos de cores variadas, entre outros objetos que facilitem a visualização do conteúdo.

No checklist que fizemos, porém, consta o básico, aquilo que é realmente necessário. 

Checklist de materiais para estudar

  • Lápis de escrever; 
  • Borracha;
  • Caneta azul ou preta para grifar ou anotar;
  • Livro ou apostila (evite deixar vários livros por perto, tenha só o que for necessário.)
  • Bloco de anotações ou caderno;
  • Garrafa de água ou copo;
  • Computador ou celular, somente quando o material for disponibilizado via web.

 

Checklist de materiais para manter longe.

  • Deixar o celular em outro cômodo ou mesmo com uma outra pessoa;
  • Tirar o notebook do campo de visão;
  • Afastar outros materiais, como revistas, livros ou cadernos, que não tenham nada ver com o estudo.


Como organizar o ambiente de estudo

Não tenho lugar fixo para estudar, e agora?

Seja pelo ritmo do dia a dia nas cidades, seja por questões pessoais, nem sempre é possível ter uma rotina parecida entre os dias da semana. Por exemplo, em algumas famílias as crianças costumam passar um ou dois dias da semana com os avós; em outras, os pais são divorciados, então a criança fica alguns dias ou semanas na casa do pai e outros dias e semanas na casa da mãe.

Nesses casos, surge a pergunta: como organizar um local para estudar se ele não é fixo? Bem, o importante acaba sendo se adaptar às circunstâncias. Abaixo listamos algumas dica de como fazer isso, veja:


Passo a passo para organizar o lugar de estudodo

  1. Monte um calendário para visualizar onde estará em cada dia da semana;
  2. Faça uma tabela de horários para cada dia da semana;
  3. Anote as características do local de estudo ideal para a criança;
  4. Liste quais são os ambientes que mais se aproximam do lugar ideal em cada local que a criança estará durante a semana;
  5. Defina os locais de estudo.

Veja 3 dicas para escolher bons materiais de estudo

Quem não tem um lugar fixo de estudo também tem que se preocupar com os materiais de estudo, afinal, não dá para deixar todos reunidos em cima da mesa ou dentro de um gaveta. Confira as dicas que separamos:

Passo a passo para materiais de estudos em locais moveis

  1. Faça uma lista com os materiais básicos e necessários para estudar. Nesse caso, é importante ser desapegado, quanto menos material tiver, mais fácil fica;
  2. Separe uma mochila ou bolsa para os estudos. Assim, ao reunir tudo o que necessário em um mesmo lugar, a chance de algo ser esquecido ou deixado para trás é menor;
  3. Organize essa mochila com antecedência.


Preparar o lugar de estudo ideal

Um bom local de estudo vai além do lugar, em si, ele também envolve uma boa organização e, claro, bons materiais. Por isso, o Melhor Escola também fez as listas e os checklists de como organizar e separar os materiais de estudo. 

O importante é saber que não existe um padrão universal, pois as famílias e os estudantes possuem necessidades e rotinas diferentes. Cada um deve conseguir identificar o que é melhor para si e o que pode ser feito a partir da própria realidade. 


Leia mais:
+ Literatura infantil: a importância de um mundo leitor inclusivo para as crianças
+ Curso Técnico junto com o Ensino Médio: veja como funciona