Veja 5 dicas para montar uma rotina de estudo em casa

A suspensão das aulas mudou o dia a dia de muitas famílias, mas algumas medidas simples podem adaptar a criança a uma nova rotina de estudos em casa



A pandemia do coronavírus fez com que algumas medidas de prevenção fossem tomadas, como a suspensão temporária das aulas. Tal ação por parte dos governos estaduais reflete diretamente no dia a dia das famílias, que passam a ter a criança em casa no horário escolar.


Nesse contexto, de mudança repentina, algumas famílias ficam em dúvida sobre o que fazer com as crianças: estabelecer uma rotina de estudo em casa ou adiantar uma folga de férias?


+ FAQ Melhor Escola
+ Metodologia de ensino: veja quais são as mais utilizadas no Brasil


De acordo com os educadores, o certo é manter uma rotina de estudos em casa, até mesmo porque o período escolar começou há pouco tempo. Além disso, as mudanças podem acompanhar alguns hábitos, por exemplo, se a criança ia para a escola no período da manhã, estabeleça esse período do dia como sendo de estudo em casa.


Assim, o horário de acordar, de lanchar e até mesmo de almoçar não precisam ser alterados. É importante aproveitar o momento para conscientizar as crianças sobre a importância de manter hábitos de higiene, como lavar as mãos e evitar tocar o rosto. Além disso, deve-se evitar participar de gincanas, festas e outras atividades que reúnam muitas pessoas. Na quarentena, o importante é ficar em casa.

 

Rotina de estudo em casa

Algumas escolas públicas e privadas começaram a oferecer educação a distância, fornecendo conteúdos pela internet. Nesses casos, é importante que os responsáveis certifiquem-se  que a criança está fazendo o acompanhamento diário dos materiais enviados.


Alguns colégios, porém, não conseguiram fazer ou, ainda, algumas famílias não têm acesso à internet. Já nessas situações, deve-se estabelecer uma rotina de estudo a partir de conteúdos já ensinados, reforçando conceitos já vistos.


Confira 5 dicas para organizar o estudo durante a quarentena:


1. Estabeleça horários para o estudo

Essa é uma das medidas mais importantes para que a rotina seja efetiva, afinal, se cada dia tiver um horário diferente, a rotina não se consolida. Uma dica é montar um painel com os horários para que a criança consiga visualizar e se organizar. Além dos horários, também é importante montar um calendário com definição dos conteúdos que serão estudados no período.


2. Separe e organize um lugar na casa apenas para o estudo

O ideal é que se tenha um cômodo ou um canto mais reservado na casa para que a criança não se distraia enquanto estuda. Porém, isso nem sempre é possível, então, o importante é definir um local ou espaço fixo para os estudos, mesmo que seja, por exemplo, a mesa da cozinha. O importante é que esteja limpo, organizado e que não tenha muito barulho ou distrações ao redor, caso contrário, a criança pode não conseguir se concentrar.


3. Monte o cronograma da rotina junto com a criança

É importante envolver a criança no planejamento, desse modo, ela conseguirá entender o que foi programado e os motivos, sendo incentivada a participar e a cumprir o que foi acordado. Explique que os estudos são importantes e que ela está em casa por uma questão de segurança e de saúde. 


4. Recompense bons comportamentos

Os novos hábitos de estudo demandam empenho por parte da criança, por isso, recompense o seu bom comportamento. Isso se chama reforço positivo, que é uma estratégia simples e eficaz para estimular a repetição de certas ações. Ele pode ser feito de várias maneiras, com elogios ou mesmo com recompensas. 


5. Converse e discuta com a criança sobre o conteúdo que está sendo estudado

A presença do professor é importante para a efetivação do conteúdo. Na sua ausência, seja você mesmo um intermediador do conhecimento. Mesmo que você não tenha a formação adequada, cabe perguntar para a criança o que ela entendeu sobre o conteúdo e, se necessário, tirar as dúvidas. Assim, ela se sentirá amparada e confiante para seguir com as leituras e os exercícios.



Exemplo de rotina:

Para uma criança que estuda no período da tarde, os horários podem ser organizados do seguinte modo:

  • 13h Iniciar a leitura de alguns conteúdos;
  • 14h Discutir o que foi lido e fazer exercícios;
  • 15h Pausa para o lanche
  • 15h30min Atividade lúdica complementar ao conteúdo que está sendo aprendido, como jogos ou filmes.
  • 17h Revisão e resumo do que foi aprendido no dia, além da correção dos exercícios realizados.


Desse modo, a criança mantém o hábito de estudar, diminuindo o risco de esquecer matérias já ensinadas na escola. 


Rotina de estudo para crianças de até 7 anos

A rotina de estudo é bem-vinda para crianças e adolescentes que já possuem idade suficiente para terem autonomia na hora de estudar sozinhos. Já crianças menores, até os 07 anos, fazem parte de um outro grupo.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a criança começa a ser alfabetizada no 1º ano do fundamental, terminando a alfabetização no 2º ano, com 7 anos de idade. Então, na faixa etária dos 0 aos 7 anos, a autonomia de estudos é mais limitada.


Nesse caso, é importante definir estratégias pedagógicas adequadas para o ensino e o acompanhamento devido por parte de um responsável. Por isso, no período de quarentena do coronavírus, uma estratégia é passar desenhos e atividades que sejam lúdicas e educativas.


Caso contrário, corre-se o risco de gerar frustração na criança que não conseguirá aprender sozinha, deixando-a insegura. O Melhor Escola fez uma lista dos principais desenhos e canais infantis com conteúdos educativos, eles podem ser acessados gratuitamente.


Leia mais:

+ Avalie a escola que você estuda ou estudou

+ Como escolher uma boa escola para estudar?