Escolas particulares de elite colocariam o Brasil na 5ª posição do PISA

A elite das escolas particulares brasileiras tem nota comparada a da Estônia, país que ficou em 1º lugar no ranking europeu e em 5º no mundial


Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

No momento em que o resultado geral da educação brasileira atinge um dos índices mais baixos do mundo, segundo a Avaliação Internacional dos Estudantes (PISA, sigla em inglês), realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a elite das escolas particulares brasileiras tem nota comparada a da Estônia, país que ficou em 1º lugar no ranking europeu e em 5º no mundial.

Uma matéria sobre esse estudo e a situação do ensino no Brasil, publicada pelo portal Terra, destaca duas escolas avaliadas no Melhor Escola: o Colégio Santa Cruz e o Colégio Bandeirantes, ambos localizados na cidade de São Paulo. Apesar de ganharem destaque na avaliação global, as duas escolas particulares possuem abordagens bem diferentes no modelo de ensino e aprendizado.

 O Colégio Santa Cruz fica na zona oeste de São Paulo e possui uma avaliação positiva em todos os itens considerados pelo Melhor Escola, como infraestrutura e avaliação dos alunos. A escola adota um projeto educacional humanista, baseado em alguns pilares, como o domínio crítico do conhecimento, a produção criativa e multicultural, a consciência política e a ação social.

 Já o Colégio Bandeirantes, localizado na zona sul de São Paulo, conta com um altíssimo índice de aprovações de seus estudantes em vestibulares, inclusive nos mais concorridos do país. Na avaliação do Enem, a escola possui uma nota acima da média tanto do município quanto do Brasil, em todas as disciplinas.

 A avaliação global da OCDE também tabulou o resultado das escolas particulares de modo geral. O desempenho variou por área, sendo que Leitura ficou na melhor colocação, e Matemática, na pior. Participaram do estudo quase 10.700 estudantes de 15 anos, dos quais cerca de 1.380 estudavam em escolas particulares de todo o país.


Saiba mais:
+ Avalie a escola que você estuda ou estudou
+ Descubra se a escola que você quer estudar oferece bolsa de estudo