Como economizar dinheiro com educação?

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

A educação é, sem dúvidas, uma das prioridades dos pais para os filhos. Mas, embora seja algo de grande importância, os gastos com escola costumam pesar bastante no orçamento familiar. Nesse contexto, é comum que as pessoas busquem alternativas de como economizar dinheiro.

Leia também:

+ Veja como conseguir bolsas de estudos

Quando o assunto é educação, uma das melhores maneiras para equilibrar os gastos é optar pelas bolsas de estudo. Os descontos oferecidos pelas escolas particulares são vantajosos para os responsáveis e ainda oferecem aos alunos um ensino de qualidade. 

As bolsas de estudos também permitem que os estudantes tenham acesso a projetos pedagógicos diferenciados. Em outras palavras, se você é pai ou mãe e quer ficar longe da inadimplência, vale a pena pesquisar os colégios da sua cidade com oferta de bolsas de estudo para matricular o seu filho. 

No Melhor Escola, é possível fazer esse tipo de consulta e ainda ver depoimentos sobre cada instituição de ensino. Acesse aqui e veja!

Como economizar dinheiro ganhando pouco?

Muitas famílias têm dificuldades em guardar dinheiro por conta do aumento dos preços e das dificuldades financeiras. No entanto, é fundamental que as pessoas compreendam a importância de ter uma reserva para possíveis imprevistos ou emergências. 

Por isso, aprender como economizar dinheiro é fundamental para a saúde financeira das pessoas. De forma geral, alguns hábitos simples podem contribuir bastante para a diminuição dos gastos mensais. 

Abaixo, selecionamos 6 dicas para economizar dinheiro dentro e fora de casa:

  1. Para economizar na conta de luz, evite deixar as lâmpadas dos ambientes da casa ligadas sem necessidade.

  2. Ensine seu filho a cuidar do material escolar e dos brinquedos.

  3. Converse com seu filho sobre o valor dos alimentos e evite o desperdício nas refeições. 

  4. Para evitar gastos em excesso com lazer, dê preferência aos passeios a locais gratuitos (parques, praças, museus etc).

  5. Converse com seu filho sobre práticas sustentáveis e incentive o consumo consciente. 

  6. Evite comer fora e pedir comida com frequência.

Como fazer para economizar dinheiro com seu filho?

Vale destacar que o hábito de economizar dinheiro não deve ser encarado como algo negativo. Na hora de conversar com seu filho sobre este assunto, tente mostrar para ele os benefícios de ter uma vida planejada e as conquistas que são possíveis obter com um dinheiro extra. 

Cite exemplos de pessoas bem-sucedidas para ele ter boas referências ou incentive-o a ter objetivos de curto, médio ou longo prazo. Por exemplo, se o seu filho quer fazer uma viagem nas férias ou comprar um brinquedo novo, que tal ensiná-lo a poupar para realizar esse desejo? 

O mesmo vale para sonhos mais caros, como a compra de um carro no futuro, um curso no exterior, uma festa de formatura etc. Outra sugestão para economizar com dinheiro é optar pelos sebos na hora de comprar livros. 

Os aplicativos gratuitos para educação podem ajudar a diminuir os gastos com aulas de reforço. Eles também são úteis para ocupar o tempo das crianças no celular de forma eficiente. 

Como citamos, as bolsas de estudo são ótimas alternativas para os pais reduzirem as despesas. Além de buscar escolas com descontos, os responsáveis interessados em economizar também podem pesquisar projetos que oferecem aulas de esporte gratuitamente. Ou ainda:

  • Matricular os filhos em cursos online gratuitos.

  • Acessar sites com jogos educativos, como o Escola Games

  • Reutilizar material escolar e promover trocas entre colegas.

  • Inscrever os filhos em projetos culturais que ofereçam descontos ou outros benefícios para as crianças.

A importância da educação financeira nas escolas

A recomendação é que os adultos envolvam as crianças nos hábitos de economia. Dessa forma, elas poderão crescer mais conscientes. Assim, a educação financeira é um tema que deve ser abordado com naturalidade dentro de casa e nas escolas. 

Desde 2020, o Ministério da Educação (MEC) tornou obrigatório o ensino de educação financeira nas escolas. A decisão tem o objetivo de levar os conceitos básicos de economia e finanças para os mais jovens, contribuindo para a redução do endividamento das famílias. 

Geralmente, os conteúdos são bem amplos e podem ser abordados pelos professores nas aulas de matemática, geografia, filosofia e até mesmo redação. A iniciativa, que ainda enfrenta diversos desafios no Brasil, visa capacitar os alunos para que eles cresçam sabendo lidar melhor com dinheiro.

Confira também: + Veja dicas de como ter dinheiro extra