Como ajudar o seu filho a se concentrar nos estudos

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

Se você é mãe ou pai e tem uma criança em casa, muito provavelmente você já se deparou com a seguinte cena: o seu filho está sentado - teoricamente - fazendo lição e, quando você se aproxima, percebe que ele está no mundo da lua, desenhando ou fazendo qualquer outra coisa que não seja o dever de casa. Você se identifica? Então continue lendo esse post, porque nele vamos mostrar à você como ajudar seu filho a se concentrar. 


É só falta de concentração mesmo?

O primeiro passo que você, com a ajuda dos professores e coordenadores pedagógicos precisa fazer, é avaliar o nível de desatenção da sua criança e levantar possíveis motivos para tal comportamento.


  • A sua criança é desatenta apenas na escola e nas atividades escolares ou é em outras situações também?;

  • Ela possui outros comportamentos somados a desatenção: hiperatividade, dificuldade de aprendizado e em se socializar?


Fazer essa reflexão ajudará você a descartar se sua criança é desatenta ou se ela apresenta algum transtorno como déficit de atenção, dislexia ou autismo. Caso você tenha dúvida, procure a ajuda de um profissional especializado.


+ Dislexia na educação infantil: o que é e como tratar os desafios no processo de aprendizagem


A importância da concentração para um desenvolvimento saudável

Não é raro ver uma criança ouvindo música, jogando e conversando com os amigos no telefone, tudo ao mesmo tempo. Ao mesmo tempo que a garotada das gerações Z e Alpha são hiperconectadas, elas possuem também, uma enorme dificuldade em focar em uma tarefa só.


A concentração é um aspecto chave para um desenvolvimento infantil saudável, seu domínio está diretamente relacionado a diversos fatores, como:

  • Melhor desempenho nos estudos;

  • Maior capacidade de raciocínio, memória e planejamento;

  • Habilidade em solucionar problemas;

  • Estabelecimento de relações mais saudáveis. 


Mas como isso acontece?

Ao focar em apenas uma tarefa, a criança aprende a ser perseverante, a encarar novos desafios, a lidar com emoções e pensamentos, com frustrações e com a sensação de vitória e de fracasso. 


Esse processo interno, que acontece através do exercício da concentração, permite que a criança compreenda o que acontece consigo mesma, sendo capaz então, de enfrentar o mundo externo.  


À medida que a criança aprende a se concentrar, as coisas passam a fazer sentido. Ou seja, ela não realiza uma atividade apenas por fazer, ou porque alguém a pediu. Ela entende a importância do que está sendo realizado, e qual a sua finalidade. 


Agora que explicamos a importância da concentração para o desenvolvimento infantil, vamos mostrar à você como ajudar seu filho(a) a se concentrar. Confira!


Quatro dicas para ajudar o seu filho a ter mais atenção

Assim como andar de bicicleta, jogar bola e escrever, aprender a se concentrar é uma questão de hábito. Ou seja, para que a criança consiga focar, é preciso que ela seja incentivada e ensinada a fazer isso. 


Veja abaixo algumas dicas para melhorar a concentração do seu filho.


Estabeleça uma rotina

É comum que a falta de concentração seja decorrente da falta de organização. Dependendo da idade da sua criança, ela ainda não tem o discernimento ou a autonomia suficiente para priorizar as atividades, precisando assim, da sua ajuda. 


Estabeleça uma rotina e faça uma lista com os afazeres que ela tem no dia. Isso ajudará ela a se organizar e se preparar com antecedência. Após fazer esse exercício com a criança algumas vezes, deixe que ela assuma essa posição e que elabore a sua própria agenda. 


Para que isso não se torne cansativo, você pode encorajá-la a riscar os itens conforme ela os realiza. Além de incentivar a criança você também ensina a importância de estabelecer metas e cumprir com o que foi planejado. 


Organize o ambiente de estudo

Hoje em dia, as crianças são bombardeadas com diversos estímulos - luzes dos aparelhos eletrônicos, sons e brinquedos. Se nós, adultos, já temos dificuldade em nos concentrar em um ambiente hiperestimulado, imagine para uma criança de 5 ou 10 anos de idade fazer isso. 


Uma ótima forma de auxiliar o seu filho a se manter concentrado, principalmente na hora de estudar, é reservar um ambiente calmo para os estudos. Se possível, coloque uma mesa na altura adequada, com uma cadeira confortável e longe de distrações, como a TV, por exemplo. 


Essa estratégia diminui as chances da criança se distrair e se interessar por outras coisas durante a tarefa de casa ou ao se preparar para uma prova na escola.


+ Como incentivar meu filho a fazer o dever de casa?


Estimule a prática de atividades físicas

As crianças, principalmente as mais novas, possuem uma energia inesgotável, não é mesmo? Dessa forma, incentivar a prática de atividades físicas irá trazer benefícios não só do ponto de vista de saúde, mas também auxiliará a sua criança a se concentrar melhor.


Como? 


Crianças sedentárias, que não realizam nenhum tipo de exercício físico, acumulam muita energia, dificultando a capacidade de se manterem focadas em uma só tarefa por muito tempo.


A prática de exercícios, principalmente aeróbicos (correr, nadar, dançar), aumenta o tamanho do hipocampo - parte do cérebro relacionada à memória e ao processo de aprendizado. Além disso, movimentar-se evita o estresse e a ansiedade, e melhora a qualidade do sono da criança - momento em que ocorre a reativação de conexões neurais responsáveis por consolidar um conhecimento. 


Sem falar que fazer um esporte é uma maneira lúdica e divertida de estimular a concentração. 


Alimentação saudável

Pode parecer besteira, mas tudo que ingerimos influência no funcionamento do nosso cérebro, podendo afetar também nossa capacidade de memória, raciocínio, aprendizado, concentração e no bom humor.


Uma das formas de ajudar seu filho a se concentrar melhor, é através de uma alimentação balanceada e rica em nutrientes. Uma dieta rica em calorias vazias (salgadinhos, doces, refrigerantes) ou uma dieta pobre em nutrientes, podem prejudicar o desenvolvimento psicomotor e cognitivo da criança, por não fornecer os elementos necessários para um bom funcionamento cerebral. 


Sendo assim, opte por alimentos ricos em vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos saudáveis. 


Como vimos, a distração e a falta de foco durante a infância é comum, mas ela pode ser desenvolvida através de estratégias fáceis e simples de serem aplicadas. Esperamos que as dicas acima possam ajudar seu filho a se concentrar melhor, seja na escola, em casa, ou brincando com os amigos.