Menu fechado

Saiba como proteger sua escola do coronavírus

O verão ainda não acabou mas todo cuidado é fundamental para evitar a transmissão das gripes e outras doenças virais típicas das estações mais frias. A epidemia de coronavírus (COVID-19) tem sido destaque nos noticiários e é importante que todos fiquem atentos aos sintomas da doença. A melhor maneira de evitar a proliferação do vírus é tomar os devidos cuidados com higiene e etiqueta respiratória. Para proteger sua escola da proliferação do coronavírus, oriente pais, alunos e funcionários a procurarem um hospital em caso de suspeita.

De acordo com as pesquisas realizadas até o momento, o coronavírus se assemelha a outras doenças virais e a transmissão ocorre pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas. O contato pode ser direto, por meio de gotículas de saliva e catarro vindos de espirro e tosse, ou indireto, quando ocorre o contato com objetos e superfícies contaminados, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. 

Leia também:

+ Gripe e coronavírus: confira 12 dicas para a prevenção e cuidado na escola

+ Alunos do Melhor Escola reduzem taxas de inadimplência escolar: entenda como

A recomendação é lavar constantemente as mãos com água e sabão. O uso de álcool em gel 70% é ideal para desinfetar superfícies, objetos e também as mãos. Oriente sua equipe a higienizar constantemente móveis, corrimãos e objetos compartilhados.

O uso de máscaras é indispensável para pacientes contaminados com o vírus. Se você não tem sintomas da doença, não há problemas em utilizá-las mas é preciso ter em mente que as máscaras funcionam apenas se aliadas com outras precauções essenciais, como lavar bem as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos. 

Mas o que é o coronavírus?

De acordo com o Ministério da Saúde, “o coronavírus (CID10) é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).”

Imagem microscópica do coronavírus. O nome foi atribuído a sua aparência de coroa. Foto: Wikimedia Commons

Os primeiros registros de coronavírus em humanos surgiram em 1937, porém, foi somente em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, nome que remete a sua aparência de coroa quando visto microscopicamente. Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe comum. Crianças pequenas são mais propensas a infecção do vírus. Em média, os primeiros sintomas da infecção aparecem em 5 dias, o período de incubação do vírus pode chegar em 12 dias. 

Adote essas medidas: 

  • Lave as mãos com frequência, com água e sabão. Ou então higienize com álcool em gel 70%;
  • Cubra seu nariz e boca com lenço ou COM O BRAÇO (e não com as mãos!) quando tossir ou espirrar;
  • Evite contato próximo com pessoas resfriadas ou que estejam com sintomas parecidos com os da gripe;
  • Quando estiver doente, fique em casa;
  • Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como toalhas, pratos, talheres e copos.
Publicado em:Ambiente Escolar
Post relacionado
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *