Qual o papel dos pais na educação dos seus filhos?

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

Durante muito tempo, a escola foi vista como a principal responsável pelo desenvolvimento educacional. Felizmente, hoje em dia sabemos que este processo deve ser feito de forma integrada, aliando o trabalho de professores na transmissão de conhecimentos com o envolvimento familiar na vida dos estudantes.

O papel dos pais na educação dos filhos não se limita a buscar bons colégios ou cobrar notas altas nas avaliações. As crianças precisam de incentivo e apoio para que o processo de aprendizagem tenha sucesso. 

Por isso, é essencial que a família participe da rotina escolar das crianças e adolescentes de forma ativa, mantendo uma relação de confiança com a instituição de ensino e com os professores.

Além de valorizar o diálogo e a comunicação constante com a escola, os pais também devem se preocupar em transmitir princípios às crianças. Assim, elas poderão crescer mais preparadas para a vida em sociedade. 

Como os pais devem acompanhar a rotina escolar dos filhos?

A participação familiar na educação das crianças é uma demonstração de afeto importante, que contribui para o desenvolvimento infantil em aspectos emocionais e intelectuais. Com o acompanhamento dos pais, os alunos se sentem cada vez mais motivados e estimulados em relação aos estudos. 

No entanto, é sempre bom lembrar que o acompanhamento escolar não deve ser sinônimo de cobranças excessivas. Muito pelo contrário, os pais devem, sim, exigir responsabilidade e comprometimento dos filhos, mas também é fundamental oferecer apoio para que a criança consiga lidar com as dificuldades. 

O olhar atento dos pais sobre a educação das crianças também ajuda a identificar alterações comportamentais e emocionais nos pequenos. Esse cuidado é fundamental para buscar ajuda quando necessário, principalmente em casos de queda no rendimento escolar, isolamento, dificuldade de concentração ou até mesmo bullying.

Portanto, mesmo que a sua rotina de trabalho seja corrida ou que você tenha filhos em idades diferentes, lembre-se de reservar alguns momentos do dia para:

  • Conversar com seu filho sobre como foi o dia na escola.

  • Ler os avisos enviados pelos professores ou pela coordenação.

  • Revisar ou tirar dúvidas sobre o dever de casa com seu filho.

  • Auxiliar seu filho nos trabalhos ou pesquisas escolares. 

  • Acompanhar as datas de provas e outras avaliações.

  • Ajudar seu filho na organização da mochila e do material escolar.

  • Criar uma rotina escolar para o seu filho se organizar melhor.

  • Incentivar seu filho a ler livros.

  • Monitorar os materiais do seu filho para repor os itens que estiverem faltando, como lápis, borracha, canetas.

  • Participar dos eventos escolares abertos às famílias, como festas, feiras e apresentações.

Os pais também precisam se esforçar para comparecer às reuniões escolares. Esse tipo de encontro é uma excelente oportunidade para conversar com os professores e manter contato com outros responsáveis. 

Caso você não possa participar de alguma reunião específica, vale a pena marcar um horário com a coordenação da escola para se manter atualizado sobre o dia a dia do seu filho.

Outro ponto fundamental para o processo educacional é estimular a autonomia das crianças. Sendo assim, os pais devem apoiar o protagonismo dos filhos, oferecendo cuidado, mas evitando o excesso de proteção.

Quais os benefícios da participação dos pais na educação das crianças?

Segundo uma pesquisa realizada pelo movimento da sociedade civil Todos Pela Educação, o desempenho das crianças na escola melhora consideravelmente quando os pais são participativos na educação dos filhos. 

Isso significa que o envolvimento dos responsáveis na rotina escolar traz benefícios não apenas para os estudos, mas também para as relações familiares e para a formação de jovens mais confiantes.

“A criança percebe, mesmo que inconscientemente, que os pais se importam com ela. Com isso, quanto maior a participação e a presença dos pais, mais força e motivação a criança vai desenvolver, proporcionando uma conversa mais direcionada sobre as suas vivências”, avalia a psicóloga e coach infantil Thaís Ribas em um artigo sobre o assunto.

Como vimos, o papel dos pais na educação dos filhos é muito importante. Por isso, trocar experiências com outras mães que já passaram por situações semelhantes pode te ajudar. 

Entre no nosso grupo do Telegram, o Clube de Mamães, para receber dicas e assuntos exclusivos sobre maternidade e educação para seus filhos. É só clicar no link abaixo! 

Quero entrar no Clube de Mamães