Material escolar: veja dicas para comprar mais gastando menos

Material escolar: veja dicas para comprar mais gastando menos


O começo de ano é época de fazer compras de material escolar. Por isso, nada melhor do que definir algumas estratégias para economizar e, de quebra, comprar mais gastando menos.

Listamos abaixo algumas atitudes que podem te ajudar, confira:



1. Faça duas listas

Separe a lista de itens entre os essenciais e os secundários. Desse modo, fica fácil perceber o que deve ser priorizado caso precise gastar mais. Por exemplo: lápis e cartolina. Imagina-se que o lápis será mais utilizado pelo aluno do que a cartolina, por isso, vale a pena investir mais no primeiro do que na segunda. 


+ Matrícula escolar: veja o que a escola pode ou não exigir
+ Como escolher uma boa escola para estudar? 


2. Compre em grupos

Uma estratégia que vem se popularizando é a compra conjunta de materiais. Vários pais montam um grupo para comprar, por exemplo, 50 cadernos, estojos e canetas. Assim, o valor unitário diminui, pois prevalece a lógica do atacado, segundo a qual quanto mais se compra, menos se paga. 

As diferentes redes sociais e aplicativos já popularizaram grupos de pais da escola. Então, por que não aproveitar os contatos para economizarem juntos?


3. Pesquise por preços

Essa dica é antiga, é verdade, mas continua atual. Pesquise em três ou quatro estabelecimentos diferentes, anote os preços de cada material para comprar o item no que estiver mais em conta. Nem sempre é necessário deslocar-se grandes distâncias para fazer essa pesquisa. Em muitos casos, papelarias e outras lojas que vendem materiais para escola ficam próximas, de modo que a pesquisa de preço pode ser feita em poucas horas. Além disso, ao ir com uma lista no estabelecimento, otimiza-se o tempo na procura pelos itens.


4. Reutilize

Por que comprar um estojo novo se o atual ainda está em bom estado? E lápis de cor, por que comprar uma caixa nova se os que se têm ainda podem ser usados? Reutilizar os materiais que estão em bom estado é uma das principais maneiras de economizar sem deixar de ter qualquer item da lista.


5. Conscientize a criança sobre a escolha

Em muitos casos, as crianças acabam escolhendo os materiais por causa de personagens, da cor, ou por outro motivo, mas sem levar em consideração o preço. Por isso, converse com ela antes, explique o quanto de dinheiro pode ser investido nesse momento e a motive a conseguir os itens da lista dentro do orçamento disponível. Afinal, se a criança é quem vai usar o material, é importante ela ficar feliz com a compra. Deixá-la em casa sem participar desse momento pode gerar frustração com o material comprado e, futuramente, uma outra compra, gerando mais gasto.



Saiba mais
+ Descubra se a escola em que você quer estudar oferece bolsa
+ Avalie a escola que você estuda ou estudou
+ FAQ Melhor Escola