Menu fechado

Objetivos de trabalhar o folclore na educação infantil

personagens folclóricos brasileiros na educação infantil

Quem se lembra das famosas lendas folclóricas? O folclore é uma parte essencial da cultura de qualquer sociedade, representando um conjunto de tradições, mitos, lendas, danças, músicas e costumes que são passados de geração em geração. 

Nesse artigo você vai ver: 

  • Motivos para trabalhar o folclore na educação infantil
  • 8 ideias para Incluir o Folclore na Educação Infantil

Trabalhar o folclore na educação infantil não só enriquece o currículo escolar, mas também desempenha um papel vital no desenvolvimento integral das crianças.

Neste artigo, exploraremos os principais objetivos de trabalhar o folclore na educação infantil. 

Continue a leitura para saber mais!

Motivos para trabalhar o folclore na educação infantil

Preservação cultural

Um dos principais objetivos de trabalhar o folclore na educação infantil é a preservação cultural. O folclore é um tesouro imaterial que precisa ser mantido vivo através das gerações

Ao introduzir as crianças às histórias, músicas, danças e tradições de seu país, garantimos que esses elementos culturais não se percam no tempo. Além disso, as crianças aprendem a valorizar e respeitar sua própria cultura, bem como as culturas dos outros povos, promovendo assim um senso de identidade e pertencimento.

Desenvolvimento cognitivo

O folclore desempenha um papel significativo no desenvolvimento cognitivo das crianças. As histórias folclóricas, por exemplo, ajudam a estimular a imaginação e a criatividade. Elas também ensinam lições morais e éticas de maneira envolvente, ajudando as crianças a distinguir entre o certo e o errado. Além disso, o folclore pode ser utilizado para melhorar as habilidades linguísticas, uma vez que as narrativas folclóricas muitas vezes introduzem vocabulário novo e estruturas gramaticais variadas.

Desenvolvimento social e emocional

As atividades folclóricas, como danças e cantigas, promovem a interação social entre as crianças. Elas aprendem a trabalhar em grupo, compartilhar e respeitar as opiniões e espaços dos outros. Isso contribui para o desenvolvimento de habilidades sociais essenciais. Além disso, o folclore frequentemente aborda temas universais, como amor, amizade, coragem e justiça, que ajudam as crianças a desenvolver empatia e compreensão das emoções humanas.

Educação Integral

A educação infantil deve ser holística, abrangendo não apenas o desenvolvimento acadêmico, mas também o desenvolvimento físico, emocional e social. O folclore, com sua riqueza de conteúdos e formas de expressão, é uma ferramenta poderosa para essa educação integral. Ele pode ser integrado a várias disciplinas, como literatura, música, arte e educação física, tornando o aprendizado mais dinâmico e interessante para as crianças.

Incentivo à criatividade e à expressão artística

O folclore é uma fonte inesgotável de inspiração para a criatividade e a expressão artística. Ao aprenderem sobre folclore, as crianças são incentivadas a criar suas próprias histórias, desenhos, músicas e danças. Isso não só desenvolve suas habilidades artísticas, mas também sua capacidade de inovação e pensamento crítico. Atividades como dramatizações de lendas folclóricas ou confecção de máscaras e adereços tradicionais estimulam a imaginação e a expressão individual.

Fortalecimento dos laços familiares

Muitas tradições folclóricas são transmitidas dentro do ambiente familiar. Ao trabalhar o folclore na escola, cria-se uma conexão entre o aprendizado escolar e as experiências familiares das crianças. Isso pode fortalecer os laços familiares, pois os pais e avós são incentivados a compartilhar suas próprias histórias e tradições com as crianças. Esse intercâmbio gera um senso de continuidade e pertencimento, além de valorizar a sabedoria dos mais velhos.

Promoção da diversidade cultural

Vivemos em uma sociedade cada vez mais multicultural. Ensinar folclore na educação infantil promove a valorização da diversidade cultural. As crianças aprendem sobre diferentes culturas e tradições, desenvolvendo uma atitude de respeito e apreciação pela diversidade. Isso é fundamental para a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva.

8 ideias para Incluir o Folclore na Educação Infantil

Como vimos até aqui nos objetivos de incluir o folclore na educação infantil, o folclore inclui uma vasta gama de elementos culturais como lendas, mitos, músicas, danças, brincadeiras, e histórias que ajudam as crianças a entenderem suas raízes e identidade cultural. 

Além disso, essa abordagem promove o desenvolvimento de habilidades sociais, cognitivas e emocionais de maneira lúdica e envolvente. Confira algumas ideias de como incluir o folclore na Educação Infantil: 

  1. Contação de Histórias Folclóricas
    • Objetivo: Desenvolver a imaginação, a escuta ativa e a compreensão oral.
    • Atividade: Narrar lendas como a do Saci-Pererê, da Iara e do Curupira. Utilizar fantoches ou figuras ilustrativas para tornar a experiência mais envolvente.
  1. Músicas e Cantigas de Roda
    • Objetivo: Estimular a coordenação motora, o ritmo e a socialização.
    • Atividade: Ensinar cantigas como “Ciranda, cirandinha” e “Samba Lelê”, incentivando as crianças a cantarem e dançarem em roda.
  1. Artesanato e Produção de Máscaras
    • Objetivo: Desenvolver habilidades motoras finas e a criatividade.
    • Atividade: Confeccionar máscaras de personagens folclóricos usando materiais recicláveis. Cada criança pode escolher um personagem e decorá-lo à sua maneira.
  1. Brincadeiras e Jogos Folclóricos
    • Objetivo: Promover a cooperação, a interação social e a atividade física.
    • Atividade: Organizar brincadeiras tradicionais como a amarelinha, o jogo do pião e a peteca, explicando suas origens e regras.
  1. Dramatizações e Peças Teatrais
    • Objetivo: Incentivar a expressão corporal, a comunicação e o trabalho em equipe.
    • Atividade: Montar pequenas encenações baseadas em lendas folclóricas, em que as crianças podem atuar e representar os personagens.
  1. Feira Cultural do Folclore
    • Objetivo: Integrar a comunidade escolar e celebrar a diversidade cultural.
    • Atividade: Organizar uma feira em que as crianças podem expor seus trabalhos, assistir apresentações e participar de oficinas sobre diferentes aspectos do folclore brasileiro.
  1. Oficinas de Contação de Histórias com a Comunidade
    • Objetivo: Envolver a comunidade e valorizar a transmissão oral de histórias.
    • Atividade: Convidar avós e outros membros da comunidade para contar histórias folclóricas, criando um vínculo entre gerações.
  1. Exploração da Literatura Infantil Folclórica
    • Objetivo: Incentivar a leitura e o conhecimento literário.
    • Atividade: Ler e discutir livros infantis que abordam temas folclóricos, como as obras de Monteiro Lobato.

Trabalhar o folclore na educação infantil é fundamental para o desenvolvimento integral das crianças.

Portanto, é essencial que educadores e instituições de ensino incorporem o folclore em seus currículos, proporcionando às crianças uma educação rica, dinâmica e culturalmente significativa. O folclore, com sua riqueza e diversidade, é uma fonte inesgotável de aprendizado e desenvolvimento, que deve ser explorada e valorizada desde os primeiros anos de vida.

E então? Esse conteúdo fez sentido para você? Compartilhe com outros pais e educadores que queiram saber mais detalhes sobre a objetivos de trabalhar o folclore na educação infantil. Acompanhe também outros conteúdos do nosso blog.

Publicado em:Ambiente Escolar

Post relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *