Mindfulness para crianças: entenda o que é e veja dicas de exercícios

Atualmente, é comum vermos pessoas praticando atividades de relaxamento e respiração que promovem a atenção plena, como é o caso da meditação, do ioga, do pilates e do mindfulness. Mas, você sabia que existe também o mindfulness para crianças?


A prática é similar a realizada pelos adultos, entretanto, os exercícios são adaptados para os pequenos, a fim de fazer com que eles tirem o máximo proveito da experiência. 


Muitas escolas localizadas em países desenvolvidos já possuem programas de educação emocional e mindfulness em seus projetos políticos pedagógicos, mas no Brasil, a implementação ainda caminha a passos lentos. 


Nesse texto, você irá aprender o que é mindfulness, para que serve, quais são os seus benefícios e ainda verá dicas de exercícios para fazer com as crianças em casa.


O que é mindfulness?

Mindfulness, ou atenção plena, é uma prática que ensina a focar no presente de maneira consciente. Ou seja, estar atento a cada situação, movimento e respiração, sem deixar a cabeça se preocupar e se apegar a pensamentos do passado e expectativas com o futuro. 


Baseado na tradição budista, o médico Jon-Kabat-Zinn adaptou o método ao Ocidente e passou a utilizar o mindfulness de maneira terapêutica, a partir da década de 80. Apesar de sua longa existência, a prática vem sendo amplamente divulgada e praticada ao redor do mundo, dentro das empresas, escolas e em consultórios médicos.

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.
 Todos os dias, somos bombardeados com informações de diferentes meios: TV, smartphones, redes sociais, podcasts, filmes e séries. Os estímulos são tantos que, muitas vezes, nos sentimos sobrecarregados e temos dificuldade em viver o momento.  Essa situação não é exclusiva para os adultos; cada vez mais, as crianças estão apresentando sintomas como ansiedade, falta de concentração e estresse. O mindfulness para crianças surgiu então, para educar os pequenos desde cedo, proporcionando técnicas e ferramentas que os auxiliam a encontrar o seu equilíbrio, a se conectar com o mundo externo e a controlar as suas emoções.


Quais são os benefícios do mindfulness para crianças?

Através de exercícios de respiração, relaxamento e meditação, o mindfulness ensina a criança a equilibrar suas emoções, preparando-a para enfrentar desafios ao longo da vida.


Dessa forma, as crianças aprendem a lidar, desde cedo, com os sentimentos e pensamentos negativos, sem se tornarem prisioneiras de suas frustrações e escolhas erradas. 


Tal habilidade contribui para que elas se tornem adultos saudáveis e equilibrados, prevenindo também o desenvolvimento de doenças e distúrbios decorrentes de disfunções psicológicas, como enxaquecas, pressão alta e problemas cardíacos. 


+ Uma em cada quatro crianças em idade pré-escolar apresenta desequilíbrios emocionais


Além disso, o mindfulness para crianças traz diversos benefícios para o desenvolvimento infantil, como:


  • Aumenta a capacidade de concentração;

  • Auxilia no bom desempenho escolar;

  • Desenvolve a inteligência emocional e a empatia;

  • Contribui para a redução da ansiedade, o que pode ajudar a realizar testes escolares, por exemplo;

  • Traz relaxamento e diminui a insônia;

  • Melhor capacidade de lidar com situações adversas;

  • Adquirir consciência do próprio corpo, pensamentos e emoções;

  • Proporciona uma vida mais saudável;

  • Diminuição de conflitos sociais;

  • Auxilia na construção de relacionamentos saudáveis.


Estudos comprovam que quanto mais cedo a criança for introduzida ao mindfulness, melhor. Isso porque, na infância, a criação de conexões neurais no córtex pré-frontal acontece de maneira acelerada, e a prática desenvolve habilidades que são controladas justamente nessa região do cérebro, como o foco e o controle de emoções. 


5 exercícios de mindfulness para crianças

O mindfulness é uma prática que exige a participação do praticante para que possa funcionar, sendo assim, é importante que você implemente as atividades de maneira lúdica, leve e divertida. Dessa forma, a criança ficará mais interessada e estará mais propensa a participar do processo. 


Confira a seguir cinco exercícios para estimular o mindfulness:


Respiração consciente

A respiração consciente é um dos pilares do mindfulness e é essencial para aprender a controlar a ansiedade e relaxar. Para começar, sentem-se confortavelmente no chão ou em uma almofada com a coluna ereta e, com os olhos fechados, tirem alguns minutos para inspirar e expirar o ar, profunda e lentamente. Peça para a criança colocar as mãos na barriga e observar o movimento que o corpo faz durante a respiração, desligando-se de qualquer pensamento. 


Para facilitar, você pode estabelecer uma meta de completar cinco ou dez ciclos completos de respiração. O exercício também pode ser feito deitado, com as pernas estendidas e os braços pousados ao lado do corpo, com as palmas da mão viradas para cima. 


Percebendo os sons

Em uma praça, ou em outro local, sentem-se e brinquem de permanecer em silêncio por um minuto, se atentando a qualquer som que houver. Depois, compartilhem todos os sons que notaram nesse minuto. Esse exercício auxilia o pequeno a se conectar com o momento presente e a aguçar as suas percepções e sentidos. 


Notando os aromas

Com os olhos vendados, peça para a criança fechar os olhos e aproxime um objeto perfumado perto de seu nariz. Pode ser a casca de uma fruta, pó de café ou uma hortaliça. Então, diga para ela respirar lentamente e tentar adivinhar o que é. Essa atividade de mindfulness é uma ótima ferramenta para controlar e reduzir a ansiedade.


Hora da refeição sem distração

A hora da refeição é uma ótima oportunidade para trabalhar o foco no presente. Hoje em dia, é comum ver as crianças utilizando tablets e smartphones durante o almoço, ou até mesmo comendo em frente à televisão. Porém, a exposição às telas no momento da alimentação pode aumentar os riscos de engasgos, além de diminuir a noção de saciedade e prazer com o alimento. 


Uma forma de tornar a hora da refeição um momento divertido, é pedir para que a criança observe a cor dos alimentos que estão no prato, bem como o seu gosto e textura. Outra dica é montar figuras com salada, grãos, carboidratos e proteínas, incentivando a garotada a se concentrar e aproveitar o momento. 


Eu te vejo

Esse último exercício estimula a empatia e a criação de vínculos afetivos. O jogo deve ser realizado em duplas, um de frente para o outro. A ideia é olhar nos olhos um do outro, permanecendo focado e atento. Rir é permitido, mas o contato visual deve ser mantido. 


E aí, pronto para colocar esses exercícios em prática e implementar o mindfulness na vida da sua criança?