Gincanas escolares: confira dicas e atividades divertidas para crianças de todas as idades

As gincanas escolares são uma ótima maneira de promover a colaboração e integração entre os professores, corpo docente e alunos dos diferentes anos da instituição. Além disso, esse tipo de evento desenvolve o espírito competitivo bem como o desportivo, ensinando o respeito e ética entre os participantes. 


O interessante das gincanas é que elas possibilitam a união entre o esporte e conteúdos vistos em sala de aula, através de atividades que trabalham a coordenação motora e o raciocínio lógico ao mesmo tempo. 


Por isso, hoje listamos algumas dicas para ajudar você a promover uma gincana na sua escola com brincadeiras divertidas e educativas para os estudantes.  


Como organizar uma gincana escolar?

À primeira vista, organizar uma gincana pode parecer uma tarefa complicada e trabalhosa. Realmente é, mas através de um planejamento detalhado você pode promover um evento de maneira eficiente e, o melhor de tudo, sem gastar tanto. Confira:

  1. Defina uma data
    Antes de tudo, é preciso se planejar com antecedência. Escolha uma data que não interfira no calendário de provas dos alunos ou feriados. Depois disso, você defina a duração da gincana: ela acontecerá em um dia ou em uma semana? Avalie qual opção é mais viável para a sua instituição, tanto em termos de tempo quanto de dinheiro.

  2. Planeje o orçamento
    O segundo passo é estipular o orçamento total da gincana e analisar quais investimentos serão necessários para que o evento aconteça. Nesta etapa, é importante verificar as infraestruturas e equipamentos já existentes na escola que podem ser utilizados, como: caixa de som, microfone, entre outros.

  3. Escolha um propósito
    É importante que a gincana escolar tenha um propósito, incentivando os estudantes a interagirem com a comunidade ao redor. Você pode, por exemplo, trabalhar temas relevantes como o meio ambiente, por exemplo. Depois, defina uma prova principal que tenha relação com o assunto escolhido. Neste caso, poderia ser coletar o maior número de materiais recicláveis e doar para cooperativas localizadas em um bairro próximo à escola.

  4. Elabore as atividades
    Esta é a parte mais divertida. Elabore brincadeiras específicas para cada grupos etário, levando em consideração suas capacidades físicas e seus conhecimentos intelectuais, mas inclua também atividades com alunos das diferentes séries da escola, promovendo assim um espírito de integração e colaboração.

  5. Crie o regulamento, pontuações e times

Depois de escolher quais brincadeiras serão oferecidas na gincana, chegou a de dividir os times, criar as regras, definir pontuações e premiações. Quantas pessoas terão em cada equipe? Qual a pontuação de cada atividade? Um aluno poderá participar de quantos jogos? Qual será o prêmio para a equipe vencedora? O que é permitido e o que não pode fazer? Antes do início do evento, distribua um regulamento para que todos os alunos fiquem por dentro das regras e dinâmica da gincana. Isso evitará reclamações e desentendimentos. 



Sugestão de atividades para gincanas escolares

Uma boa gincana escolar precisa ter atividades divertidas, desafiadoras e que estimulem o trabalho em equipe. São elas que motivarão os alunos a participarem de maneira ativa e colaborativa no evento, por isso, escolha com carinho. Vale a pena reunir o corpo docente do colégio para que todos possam colaborar com ideias criativas de jogos e competições.


O objetivo principal da gincana é quebrar a rotina do aluno e promover a integração entre a instituição, o aluno e os professores. Sendo assim, o ideal é que as brincadeiras sejam realizadas ao ar livre, fora do ambiente habitual de sala de aula. A seguir, listamos algumas sugestões de atividades para a gincana estudantil, separadas por objetivos:


Esportes e cooperação

Esse tipo de atividade requer que a colaboração dos alunos, ensinando-os a importância do trabalho em equipe. 


  • Queimada (com uma ou mais bolas);

  • Pique bandeira;

  • Esportivos como futebol, vôlei, basquete e handebol;

  • Cabo de guerra;

  • Carrinho de mão em dupla;

  • Jogo da velha com corrida.


Habilidades teóricas e desenvolvimento estudantil

O objetivo desses exercícios é estimular as habilidades teóricas do aluno, auxiliando no seu desenvolvimento escolar.

  • Quiz de conhecimento;

  • Prova de soletração;

  • Construção de pontes com macarrão;

  • Prova cega de olfato e paladar;

  • Prova de conhecimentos matemáticos;

  • Apresentações de teatro e música.


Brincadeiras e recreação

As atividades recreativas são uma ótima opção para divertir a molecada e dar umas boas risadas. 


  • Corrida de saco;

  • Caça ao tesouro;

  • Corrida de vassouras;

  • Dança da cadeira;

  • Corrida do ovo na colher;

  • Estoura-bexiga;

  • Calçados misturados.


Comunidade e instituições

É interessante que a atividade escolhida esteja relacionada ao propósito da gincana escolar e que todo o material arrecadado seja destinado para uma instituição local. Dê preferência para organizações que façam um trabalho bacana com a comunidade na qual a escola se encontra.


  • Competições de maior arrecadação de calçados, roupas, alimentos, materiais recicláveis ou livros;

  • Competição de maior quantidade de rifas vendidas. 


 
Gostou das nossas dicas para organizar gincanas escolares? Agora é só seguir o passo a passo acima e colocar a mão na massa! 


Leia também:
+ Como a escola pode influenciar na nota do Enem?
+ Veja as 10 melhores escolas particulares de São Paulo no Ensino Infantil