Aprenda como fazer uma maquete escolar de maneira fácil e criativa

Quer aprender a fazer uma maquete escolar? Confira o post que preparamos com dicas fáceis e criativas para você arrasar.


Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

A rotina escolar de livros e exercícios escritos pode ser um tanto entediante às vezes, não é mesmo? Entretanto, a maquete escolar é uma opção para exercitar a criatividade dos alunos e fazê-los colocarem a mão na massa. 

Além de ser uma atividade divertida, a maquete é um recurso didático importantíssimo. Ela auxilia na compreensão de temas complexos e promove uma conexão entre a teoria apresentada em sala de aula e o cotidiano do estudante. Ao construí-la, o aluno tem a oportunidade de expor as suas perspectivas sobre o mundo que o rodeia. Por seu aspecto físico, a maquete escolar promove também a inclusão social de pessoas portadoras de deficiência visual. 

Quer saber mais? Continue lendo e aprenda o passo a passo para fazer uma maquete incrível!

Veja como conseguir uma bolsa de estudos pelo Melhor Escola

O que é uma maquete escolar?

Maquete, também chamada de maqueta, nada mais é do que uma representação em menor escala de um objeto, um cenário ou de uma construção. Ela é muito utilizada em projetos de arquitetura, de engenharia e está presente até em museus! Além disso, com o avanço tecnológico, surgiram maquetes em 3D.

A maquete escolar por sua vez, é uma atividade proposta pelos professores para abordar um determinado assunto de maneira mais dinâmica, interativa e criativa. Assim, ela é principalmente utilizada nas disciplinas de geografia, ciências e artes. Por ser um exercício mais trabalhoso e que exige tempo, elas são geralmente feitas em grupo, mas isso não é uma regra. 

As maquetes são tão populares que algumas entraram até para o conhecido livro de recordes, Guinness Book. Uma delas é a Miniatur-Wunderland (Terra das Maravilhas em Miniatura), com uma área total de 1,500 m². Composta por 2,6 mil personagens, 4,3 mil prédios, 130 mil árvores, diversos rios e montanhas o cenário em miniatura conta também com 11 mil carros, 60 aviões e 1,3 mil vagões de trem!

O vídeo abaixo está em inglês, mas é possível verificar o lindo trabalho realizado pelos irmãos alemães, Frederick e Gerrit Braun. 



Leia também:

Veja como funciona a escola com pedagogia Waldorf

Aprenda a como fazer uma maquete escolar

A primeira vista fazer uma maquete pode parecer difícil, mas preparamos um passo a passo bem simples e didático para ajudar você a construir um projeto incrível. Confira:

1 - Pesquise o tema proposto

Antes de colocar a mão na massa, é importante fazer uma pesquisa sobre o tema do projeto proposto pelo professor. Dessa forma você consegue avaliar quais materiais serão necessários para fazer a maquete. Além disso, ao estudar o assunto você terá maior conhecimento e criatividade para construir um modelo diferente. 

Portanto, são diversos os tipos de maquete que pode ter, como por exemplo, maquete do sistema solar. da cidade, da sua própria casa ou de um cômodo da casa e até das nossas células. 

2 - Escolha os materiais necessários para a maquete escolar

Este é provavelmente um dos principais passos para fazer uma maquete. Existem várias opções de materiais que podem ser utilizados, mas tudo vai depender das recomendações dadas pelo instrutor e do tema escolhido. Confira abaixo alguns materiais que podem ser usados:

  • isopor;
  • cartolina;
  • palitos de sorvete;
  • garrafas pet;
  • canetinha;
  • lápis de cor;
  • tinta;
  • tesoura;
  • cola normal ou cola quente;
  • barbante;
  • palito de dente;
  • rolos de papel higiênico.

Para economizar, opte por objetos ou materiais que você já tem na sua casa, assim você não precisa gastar dinheiro desnecessário. 

3 - Desenhe o projeto em uma folha de papel

Após ter separado os materiais, desenhe o projeto da maquete no papel. Isso ajudará você a organizar o lugar de casa coisa, além de poupar o seu tempo. Caso o projeto seja da sua rua ou da cidade onde você mora, por exemplo, você pode destacar a sua casa, a sua escola e importantes pontos turísticos. 

4 - Comece pela base da maquete escolar

A base é a parte principal da maquete escolar, é o que dará sustentação ao projeto. Ela pode ser feita de vários materiais, como madeira, isopor, papelão ou EVA. O mais utilizado e indicado é o isopor, pois fica mais fácil para espetar os outros elementos da maquete. 

Outro aspecto importante na hora de escolher a base é a espessura e o tamanho; se ela for muito fina ou pequena, pode não dar o suporte necessário para o restante dos objetos. 

5 - Solo

O solo deve representar o tema escolhido. Você pode fazer um asfalto para indicar uma cidade, um gramado para parques e montanhas e areia para uma praia, por exemplo. Materiais como cartolina, tinta, EVA, papel crepom, areia e pedrinhas são boas opções para construir o solo.

6 - Casas e prédios

Para fazer as construções, você pode utilizar caixas de creme dental, fósforo e remédios. Você pode ainda cortar a caixa ao meio e colar em cima da estrutura, o formato de “v” ajudará a representar o telhado de uma casa. Caso você queira personalizar as diferentes construções, pinte as caixas com tinta guache. 

7 - Pessoas, animais e carros

Utilize massinha de modelar ou brinquedos antigos para os animais, pessoas e carros. Caso não tenha nenhuma dessas opções, você pode desenhar os objetos em uma folha de papel e colá-los em um palito de dente.

8 - Árvores e flores

As árvores, plantas e flores darão vida para a sua maquete escolar e são muito fáceis de fazer. É só espetar o palito de dente ou sorvete para representar o caule e o tronco, e colocar papel crepom colorido para as folhas e flores. Você também pode usar massinha de modelar!

9 - Montanhas e vulcões

Imagina uma maquete de geografia com montanhas e vulcões? Amasse alguns papéis (pode ser sulfite ou crepom colorido) e vá colando um em cima do outro seguindo o formato das estruturas geológicas. Para o vulcão, cole os papéis de modo circular, deixando um buraco no meio. Você pode usar o papel crepom ou celofane vermelho para representar a lava.

É muito importante que todos os elementos da maquete escolar estejam na escala correta, ou seja, os prédios precisam ser maiores do que as pessoas e carros, por exemplo. Detalhes como semáforos, faixas de pedestre, cercas e placas podem deixar o seu projeto ainda mais completo.

O que achou das nossas dicas? Esperamos que elas ajudem você a construir uma maquete escolar incrível! Divirta-se!


Veja também:
Confira a importância da feira de ciências na escola