Filhos se sentem trocados pelos smartphones, diz pesquisa

Receba dicas e conteúdos exclusivos para a educação do seu filho.

Obrigado por se cadastrar. Em breve você receberá nossos conteúdos no seu e-mail!

Ops! Algo deu errado. Por favor, confira seus dados e tente novamente.

Entre as crianças brasileiras entrevistadas no estudo Digital Diaries, realizado pela empresa de segurança online AVG, 87% afirmam que seus pais checam demais os smartphones e que o maior problema em relação a esse hábito é que eles se distraem durante as conversas com os filhos.

O estudo foi feito com 6.117 participantes (pais e seus filhos entre 8 e 13 anos). E os hábitos dos pais podem influenciar os das crianças: 74% delas apresentam o mesmo comportamento. Durante o jantar, quase metade dos pais e filhos usam o celular. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que dispositivos como tablets e smartphones só sejam utilizados por crianças maiores de dois anos.

Assim, a dica para os pais controlarem o tempo que os pequenos passam em frente a essas telinhas é controlar seus próprios hábitos, dando o exemplo em casa. O uso exagerado de smartphones pode causar problemas de articulação.

 

 

FONTE:

Artigo desenvolvido pelo projeto NA MOCHILA, que em parceria com as escolas oferece uma revista por bimestre aos pais de alunos do ensino Infantil e Fundamental I. Para saber mais sobre o projeto, clique aqui.